S. VICENTE DE PAULO 
A sua vida

s_svp_monaco_anosanto.jpgS. Vicente de Paulo nasceu em Pouy - Dax (hoje Saint Vicent de Paul) - França em  1581 e faleceu a 27 de Setembro de 1660.

Em 1600 é ordenado sacerdote e nomeado capelão da Rainha Margarida de Valois, e dois anos mais tarde, pároco de Clichy, que transforma radicalimg/selo_grecia_Argo.jpgmente de inferno para paróquia modelo e preceptor da família de Filipe de Gondi, general das galés, ao qual acompanha nas suas deslocações pelas herdades. Verifica aí, a verdadeira miséria dos lavradores do interior.

É nomeado pároco de Chatillon-les-Dombes onde funda a primeira "Confraria da Caridade" destinada a "ajudar o corpo e a alma a bem morrer e a bem viver".

De  novo em casa dos de Gondi, que o reclamam, põe em pé a Congregação da Missão, destinada a evangelizar o meio rural, a qual se expandiu rapidamente.svp_monaco_0866.jpg

Torna-se, devido à amizade com Filipe de Gondi, em 1619, capelão real das galés e toma contacto com as prisões, verdadeira imagem do inferno e consegue melhorar a sorte dos desgraçados presos, transferindo-os para lugares habitáveis organizando visitas e ajuda tanto material como espiritual. Em 1622 torna-se superior do primeiro mosteiro parisiense da Ordem da Visitação, após a morte de S. Francisco de Sales.

Em 1633, com Luisa de Marillac, que o vinha ajudando nas "Confrarias da Caridade", funda as Filhas da Caridade, irmãs que se dedicam ao serviço ao mais pobre e como disse S. Vicente "terão por mosteiro as casas dos doentes".

Junto dos poderes e da sociedade da altura exerce grande pressão para acabar com a guerra, criar orfanatos, escolas para as crianças desfavorecidas, organiza um vasto socorro às zonas devastadas pela guerra, vencendo a fome, as epidemias e levantando ruínas.

Numa conversa com uma Filha da Caridade dizia: "Se deixais a oração para ir aos pobres, deixais Deus para o reencontrar logo depois". Aqui se vê a santidade de Vicente de Paulo.

Falecido em 1660, com quase 80 anos, foi canonizado em 16 de Junho de 1737 por Clemente XII, vindo a ser proclamado por Leão XIII patrono das obras de caridade. O seu espírito continua vivo nas suas obras.

Hoje em Portugal e no mundo os Padres Vicentinos, as  Filhas da Caridade de S. Vicente de Paulo, as Conferências Vicentinas, a Juventude Mariana Vicentina e muitas mais instituições continuam fiéis ao carisma original de S. Vicente de Paulo: servir os pobres, porque eles "são os nossos senhores e mestres" e porque devemos amar a Deus "com a força dos nossos braços e à custa dos suor do nosso rosto".

Conheça algumas das pessoas inspiradas ou relacionadas com S. Vicente.

S. Vicente de Paulo foi um dos percusores do que hoje se chama voluntariado.

Etiqueta de Saint Vincent de Paul

| Página Principal |

Copyright © 1999 - 2009 J. Cura, Portugal
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

 

[Voltar]